“Maior base militar do mundo” foi montadrelato

Não é novidade que Irã e Hezbollah – grupo terrorista libanês financiado por Teerã – possuem foguetes apontados para Israel e repetem suas ameaças de tempos em tempos contribuindo para um clima de tensão constante no Oriente Médio.

Porém, um relatório de inteligência dos EUA, trazido à tona pelo deputado republicano Mike Gallagher confirma as ameaças. Aliado de Trump, Gallagher faz parte do Comitê de Serviços Armados do Congresso americano. Possui uma larga experiência na área de inteligência, tendo servido por sete anos como marine no Oriente Médio e no Norte da África.

Ciência ajuda mulher trans a produzir leite e amamentar bebê

Uma pesquisa publicada na revista especializada “Transgender Health”, do Reino Unido, mostrou pela primeira vez que uma mulher transgênero foi capaz de produzir leite e amamentar seu bebê.

Com 30 anos de idade, o homem que assumiu outro gênero há algum tempo, decidiu que iria amamentar seu bebê após sua companheira, que estava grávida, decidir que não queria tal essa experiência. Seu nome não foi revelado.

Quebrando o Tabu ataca a Bíblia e viraliza com vídeo enganoso

A desinformação é uma antiga tática de guerra. Consiste em alimentar o adversário com informação falsa, tendo como propósito confundir ou induzir ao erro. Dentro do contexto cultural que o Brasil vive os melhores exemplos são os sites chamados de “alternativos”, cujo objetivo visível é consolidar o discurso de esquerda e a agenda liberal.

Mídia acusa vice de Trump de ter “doença mental” por dizer que fala com Jesus

Durante o programa “The View”, da rede ABC, que foi ao ar nesta terça (13), a comentarista Joy Behar afirmou que o vice-presidente Mike Pence deve ter uma “doença mental” se ele afirma que ouve a Jesus Cristo antes de tomar decisões sérias.

Evangélico, o vice de Donald Trump sempre falou abertamente sobre sua fé e a importância da oração em sua vida. Diversas vezes ele foi alvo de chacota de comentaristas políticos por causa disso.

Contudo, por causa da grande audiência do “The View”, as acusações de que Pence pode ser esquizofrênico, tiveram grande repercussão.

Chadwick Boseman diz que papel em “Pantera Negra” foi “resposta de oração”

O longa Pantera Negra estreou esta semana no Brasil. Como todos os filmes da franquia da Marvel, parece destinado a ser um grande sucesso. Pouco conhecido fora dos EUA, o ator Chadwick Boseman – que interpreta o protagonista T’Challa – deve se tornar uma estrela mundial.

Em entrevista recente, o pastor Samuel Neely conta que conhece Boseman desde criança e o batizou na pequena Igreja Batista Welfare, em Anderson, na Carolina do Sul. Ele revela que o ator de 41 anos “Sempre foi um cara focado, que sabia o que queria e estava sempre correndo atrás dos seus objetivos”.

Israel pede interferência dos EUA e da Rússia após ataques do Irã

Após a invasão de seu território por um drone iraniano vindo da Síria e a resposta “em larga escala”, atacando 12 posições militares no país vizinho, Israel diz sinalizou que deseja a interferência dos EUA e da Rússia no conflito que pode escalonar rapidamente para a guerra.

CNBB pode orientar católicos a não votarem em Bolsonaro

A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) lançou nesta quarta (14) a Campanha da Fraternidade de 2018, cujo tema é “fraternidade e superação da violência”. O lema escolhido é o texto bíblico “Vóis sois todos irmãos” (Mt 23,8). O foco seria debater a segurança pública, ressaltando os homicídios no país, especialmente contra jovens negros, além do trabalho escravo.

Professora é demitida e acusada de “terrorismo” por dizer a aluna lésbica “Deus ama você”

O Tribunal do Trabalho do Reino Unido julgou improcedente a tentativa de uma professora cristã de reaver seu emprego numa escola. Ela foi acusada de discriminação, por ter falado sobre questões religiosas aos alunos.

Ministério reconstrói quase 700 casas de cristãos destruídas pelo EI

Quase 700 casas cristãs foram reconstruídas pela missão Portas Abertas e seus parceiros nas Planícies do Nínive, Iraque, após anos de genocídio e destruição cometidos pelo Estado Islâmico.

Há cerca de três anos e meio, os jihadistas forçaram os cristãos e outras minorias religiosas na região a escolher se converter ao Islã, pagar um pesado imposto para manter sua fé ou ser morto. Vendo suas vidas em risco, centenas de milhares de cristãos assírios, católicos e ortodoxos decidiram fugir de suas casas e procurar refúgio nos países vizinhos.